sexta-feira, 15 de outubro de 2010

As vezes longe é muito longe.

Estranho não é estar  longe de casa,  mas sim estar longe daqui.

Andando pelas ruas de Santa Barbara vejo todos os dias gente de todos os cantos, são mexicanos, africanos, porto riquenhos, cubanos…  Quase sempre me pergunto, da onde estes imigrantes tiram tanta força, para recomeçar e viver no “sonho Americano”. Me lembro de uma amiga que saiu do Brasil e diz assim: Ninguém sabe o que veio fazer nos Estados Unidos, mas todo mundo sabe porque saiu do Brasil. Imagino que para estes imigrantes a vida em casa estava tão difícil que  não tiveram outra opção.
 Eu, no entanto, vim para ficar apenas um ano, e entendo que longe não é estar fora de casa, mas sim estar bem longe  da onde você esta. Não é o sentimento de saudades que me faz sentir longe, mas sim a distancia das coisas daqui.



Um comentário:

henriqueschucman disse...

SIMPLESMENTE TOTALMENTE DEMAIS!